Thursday, Sep 21st

Last update:11:32:16 PM GMTTT

Headlines:

Voce esta na pagina: Principal Principal COLUNAS Pedalando com Rosane Kirch Artigos Relacionados Uma pétala de Rosa
 

Uma pétala de Rosa

Print PDF

A Temporada de ciclismo voou como uma frágil pétala de rosa, com muito frio, vento, chuva sobre os ciclistas, muitos de nos vamos ter lembranças desse período mais como um pesadelo vivido de muita indecisão de pedalar em baixo d’agua, correndo o risco de ficar doente e de comprometer a temporada, desgastando o rolo de tanto pedalar, ou entupindo as academias no spinning, ou simplesmente imigrar por algum tempo em qualquer parte do mundo onde tenha sol.

Poderia estar aqui falando de muitos outros problemas econômico, estudos, acidentes, mas prefiro ir em busca de um raio de sol e falar um pouco mais deste espetáculo que é chamado de ciclismo!

Pois o ciclismo também é feito de muita alegria, dedicação, esforço, perseverança e muitas mulheres bonitas que na bike mostram o seu valor...

As mulheres ciclistas são como todas as outras mulheres do mundo, exemplo: são esposas, filhas, amigas ou companheiras de trabalho, somos diferentes no ponto de vista intelectual, psicológico, cultural e emocional. Somos profundas e superficiais, alegres e tristes, delicadas e agressivas, feministas e não , lindas ou menos bonitas.

O ciclismo feminino é dotado de muita beleza e vaidade, de mulheres lindas que pedalam forte. Cada uma a sua maneira.

A beleza é um dos itens que a maioria das ciclistas estão muito atentas e vão para as corrias, maquiadas,  unhas perfeitas, é uma vitrine que encanta e faz sonhar...

Algumas das atletas em tempo livre posam de modelo, para jornais e revistas ou para estilistas renomados. Mas só a beleza não é suficiente neste nosso esporte que é tão duro e difícil de ser praticado, pois exige 100% da nossa dedicação, e normalmente não somos valorizadas como deveria, somos esquecidas pela mídia. Mas tenho consciência que também temos culpa nisso, estando na Europa, olhamos ao nosso redor e vemos esta organização de terceiro mundo comparado com o ciclismo masculino, e não fazemos nada para mudar, para requerer mais respeito e que cada uma seja valorizada pelo que é no ciclismo e não só pelo seu rostinho bonito, mas enquanto o mundo do ciclismo feminino não mudar, vamos sempre estar expostas a um mundo que nos vêem apenas como mais um rostinho bonito que vai em bicicleta...

 

Até a próxima!