Friday, Nov 24th

Last update:11:32:16 PM GMTTT

Headlines:

Voce esta na pagina: Principal CICLISMO - ESTRADA NOTICIAS - ESTRADA Primeiro pódio tem dois campeões do Tour do Brasil / Volta Ciclistica de São Paulo
 

Primeiro pódio tem dois campeões do Tour do Brasil / Volta Ciclistica de São Paulo

Print PDF

Depois de 2h21 de prova e média horária de 45.106 km/h, Antonio Nascimento, da Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba, foi o primeiro a cruzar a linha de chegada da etapa de abertura do Tour do Brasil Volta Ciclística Internacional do Estado de São Paulo. Tonho, como é conhecido, venceu a primeira edição em 2004 e foi acompanhado no pódio pelo campeão de 2006, Alex Diniz, da Padaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba. Em terceiro lugar ficou o jovem estreante, Joel Prado Jr, da Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana de Parnaíba, para mostrar que os veteranos não podem relaxar. Joel, de apenas 18 anos, é líder da categoria sub 23. Por equipes, o domínio foi da equipe de Pindamonhangaba, que colocou três ciclistas entre os sete primeiros. Os 114 quilômetros desta primeira etapa, entre Marília e Bauru, começaram sob garoa fina e céu ainda escuro às 7 horas, com o início do horário de verão neste domingo. A largada dentro de Marília foi controlada e 7,4 quilômetros depois, já na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, foi dada a largada cronometrada. A etapa teve várias tentativas de fuga, mas a primeira que vingou foi a dos atletas Joel Prado Jr, de Santana de Parnaíba, e Jocemildo Pereira, da ADF Liniers/São Paulo, por volta do km 40. A dupla chegou a ter mais de três minutos de vantagem sobre o pelotão e dividiu com tranquilidade um prêmio de montanha, que ficou com Joel, e uma meta volante, que foi para Jocemildo.

Antonio Nascimento escapou só no km 60, junto com outros dois atletas de sua equipe, e considera que acertou na estratégia. "A fuga aconteceu no momento certo", avalia. "O clima ameno ajudou um pouco e meus parceiros de equipe me deram segurança para o sprint final", contou o campeão da primeira etapa. O ciclista, que ficou com o título do Tour em 2004, vê vários adversários fortes nesta edição. Ele considera que precisa ficar atento especialmente a Alex Diniz e José Eriberto, de Sorocaba, Cleberson Weber, da DataRo/Foz do Iguaçu/Itaipu Binacional, André Pulini, de Americana e uma dupla de Santos, Flávio Reblin e Marcos Novello. O veterano de 34 anos sabe bem que o respeito aos adversários é fundamental para quem está de olho no título. "A Funvic/Pindamonhangaba não pode repetir o erro do ano passado, quando perdeu uma grande vantagem - e o título - na penúltima etapa".

O outro campeão no pódio, Alex Diniz, da Padaria Real, também adotou a estratégia da fuga mais tardia, e gostou do resultado. "A chuva nos últimos três dias prejudicou os treinos e eu não estava me sentindo bem. Poupei energia e dei tudo no sprint final. Valeu a pena", contou. Alex, que é especialista em montanhas, ficou fora dos dois prêmios de montanha e das metas volantes do dia. "Acho que a etapa me devolveu o ritmo, e aposto que nesta segunda-feira será ainda melhor".

Estreia de luxo - O estreante Joel Prado Jr. conquistou o terceiro lugar com uma estratégia bem diferente. Pouco depois do km 40, o atleta de Santana do Parnaíba escapou junto com Jocemildo Pereira, da ADF Liniers. Joel venceu um prêmio de montanha e ficou em segundo em uma meta volante. "Esse foi o melhor resultado da minha vida, junto com um terceiro lugar no contra-relógio do Brasileiro Sub-23 de Cerquilho deste ano". Até o próprio atleta ficou surpreso com o pódio. "Confesso que não esperava. Depois do km 80, a fuga tinha 10 bicicletas. Eu garanti o pódio só na curva final, a 200 metros da chegada".

Metas volantes e montanha - A primeira etapa teve duas metas volantes e dois prêmios de montanha. O vencedor da etapa, Antonio Nascimento, levou também o primeiro prêmio de montanha e foi terceiro na segunda meta volante. Joel Prado Jr, levou o outro prêmio de montanha, e ficou em segundo na meta volante final. Esses prêmios valem pontos para as equipes e também um valor em dinheiro para os atletas.

A segunda etapa terá largada em Bauru às 7 horas desta segunda-feira, com destino a São Carlos. Durante os 178 quilômetros, Tonho usará camiseta amarela, de líder. O técnico de sua equipe, Benedito Tadeu, o Kid, está animado. "Eu tive três atletas na fuga neste domingo e todos terminaram entre os sete primeiros e isso mostra como o grupo está forte e nivelado". E comemora: "Este ano, todos os nossos ciclistas têm chance de vencer o Tour". Até por isso, a equipe vai trabalhar aberta até o contra-relógio em São Carlos, na terça-feira, e só depois disso definirá quem será o primeiro ciclista.

Saiba mais sobre a segunda etapa Bauru / São Carlos - 178 quilômetros :
34.6 km - Meta-Volante: Km 205
50.0 km - Início de Abastecimento
59.8 km - Prêmio de Montanha - PM3 - Km 179
113 km - Prêmio de Montanha - PM3 - Km 127
143.3 km - Meta-Volante: Km 982
158.6 km - Fim de Abastecimento

Previsão de chegada em São Carlos:

40 km/h - tempo de prova : 4h27min54s e chegada às 11h33min da segunda
43 km/h - tempo de prova: 4h09min13s e chegada às 11h14min da segunda
47 km/h - tempo de prova : 3h48min00s e chegada às 10h53min da segunda

Resultados da primeira etapa - Marília / Bauru - 106.6 km , média de 45.106 km/h

Individual

1- Antonio Nascimento (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - 2h21min48seg (bonificação de 11 segundos)
2- Alex Diniz (Padaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba) - 2h21min48seg (bonificação de 6 segundos)
3- Joel Prado Jr. (Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana de Parnaíba) - 2h21min48seg (bonificação de 6 segundos)

Metas Volantes
Primeira

1- Roberto Silva (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - 5 pontos
2- Edgardo Simon (Paradaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba) - 3 pontos
3- Francisco Chamorro (São José dos Campos/Cannondale) - 2 pontos

Segunda
1- Jocemildo Pereira (ADF Liniers/São Paulo) - 5 pontos
2- Joel Prado Jr. (Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana do Parnaíba) - 3 pontos
3- Antonio Nascimento (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - 2 pontos

Prêmio de Montanha
Primeiro

1- Antonio Nascimento (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - 5 pontos
2- José Eriberto (Padaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba) - 3 pontos

Segundo
1- Joel Prado Jr. (Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana do Parnaíba) - 5 pontos
2- Jocemildo Pereira (ADF Liniers/São Paulo) - 3 pontos

Classificação individual - após primeira etapa
1- Antonio Nascimento(Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - 2h21min37
2- Alex Diniz (Padaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba) - a 5 segundos
3- Joel Prado Jr. (Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana do Parnaíba) - a 5 segundos
4- Jocemildo Pereira (ADF Liniers/São Paulo) - a 8 segundos
5- Breno Sidoti (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - a 11 segundos
6- Cleberson Weber (DataRo/Foz do Iguaçu/Itaipu Binacional) - a 11 segundos
7- José Eriberto (Padaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba) - a 11 segundos
8- Adélio Paulo Silva (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - a 11 segundos
9 - Roberto Pinheiro Silva ((Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - a 15 segundos
10- Daniel Amaral (Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana do Parnaíba) - a 16 segundos

Por Pontos

1- Antonio Nascimento(Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - 12 pontos
2- Joel Prado Jr. (Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana do Parnaíba) - 8 pontos
3- Alex Diniz (Padaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba) - 7 pontos

Prêmio Montanha
1- Antonio Nascimento(Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - 5 pontos
2- Joel Prado Jr. (Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana do Parnaíba) - 5 pontos
3- Jocemildo Pereira (ADF Liniers/São Paulo) - 3 pontos
4- José Eriberto (Padaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba) - 3 pontos

Equipes

1- Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba - 7h05min24seg
2- Padaria Real/Caloi/Céu Azul Alimentos/Sorocaba - a 7 segundos
3- Refactor/PZ Racing/DKS Bike/Santana do Parnaíba - a 12 segundos
4- DataRo/Foz do Iguaçu/Itaipu Binacional - a 14 segundos
5- São Lucas Saúde/Giant/UAC/Americana - a 21 segundos

A elite do ciclismo da América Latina - 20 equipes, sendo 14 nacionais e 6 de outros cinco países - percorrerá as cidades do interior paulista buscando pontos para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI). O evento tem oito etapas bastante variadas. Algumas longas, outras curtas, de montanha e contra-relógio, características técnicas que o definem como o melhor do País e um dos mais importantes das Américas.



Etapas:
2ª etapa, dia 17 - Bauru - São Carlos - 178 km (SP 225 e SP 310) - largada : 7h05min - chegada: 11h15min

3ª etapa, dia 18 - São Carlos - contra-relógio - 23,4 km (Parque Eco-Esportivo Dahma) - largada : 7h05min

4ª etapa, dia 19 - São Carlos - Rio Claro (neutralizado de 70 km) e Rio Claro - Sorocaba - 179 km (SP 310, SP 348 e SP 075) - largada : 11 horas - chegada: 15h10min

5ª etapa, dia 20 - Sorocaba - Atibaia - 150,2 km (SP 075, 102, 300, 360, 063 e 065) - largada : 7h05min - chegada: 10h30min

6ª etapa, dia 21 - Atibaia - Pindamonhangaba - 183,7 km (SP 65, 70, 123, 132) - largada : 7h05min - chegada: 11h20min

7ª etapa, dia 22 - Pindamonhangaba - Campos do Jordão - 62 km (SP 132, 123, 046, 050) - largada : 7h05min - chegada: 8h35min - Campos do Jordão - Campinas (neutralizado, 250 km)

8ª etapa, dia 23 - Jundiaí - São Paulo - 72 km (SP 330, 348, Marginal Pinheiros) - largada : 7h05min - chegada: 8h35min


Total de competição : 962,3 km
Total percorrido : 1.282,3 (320km neutralizados)

O 8° Tour do Brasil - Volta Ciclística Internacional do Estado de São Paulo 2011 é uma realização e organização da Rede Globo, Yescom, Ideeia, Governo do Estado de São Paulo, Federação Paulista de Ciclismo e Confederação Brasileira de Ciclismo, com transmissão da Rede Globo, SporTV e Globo Internacional. O patrocínio de arena é da Redecard e Fisk Centro de Ensino, com co-patrocínio de Montevérgine e HCor e apoio da Refactor. O apoio especial é da Polícia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo, SecretariaEstadual dos Transportes, Secretaria Estadual de Esportes, Lazer e Turismo de São Paulo, das prefeituras de Marília, Bauru, São Carlos, Rio Claro, Sorocaba, Atibaia, Pindamonhangaba, Campos do Jordão, Jundiaí e São Paulo, Artesp e das concessionárias Dersa, DER, Rota das Bandeiras, Eco Pista, Triângulo do Sol, Colinas, Rodovias do Tietê, CCR Autoban, Centrovias GrupoOHL, CCR. A supervisão é da União Ciclística Internacional , da Confederação Brasileira de Ciclismo , Federação Paulista de Ciclismo e Ideeia.

 

Imagens: Ivan Storti

Fonte: Divulgação - ZDL