Friday, Sep 22nd

Last update:11:32:16 PM GMTTT

Headlines:

Voce esta na pagina: Principal CICLISMO - PISTA NOTÍCIAS - PISTA Pan-Americano: Brasil encerra segundo dia de competições no Velódromo
 

Pan-Americano: Brasil encerra segundo dia de competições no Velódromo

Os atletas brasileiros ainda não subiram ao pódio no ciclismo de pista, mas aos poucos conseguem se aproximar dos líderes continentais. Nesta quarta-feira (19), os representantes da seleção continuam brigando por medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara nas provas de Scratch, com a equipe masculina de pista, e na categoria Omnium com Janildes Fernandes e Robson Dias.

As provas de Omnium são competições múltiplas, onde os ciclistas competem entre si em seis trechos diferentes. Um fato curioso do Omnium é sua contagem de pontos, que acontece de forma inversa: o primeiro atleta recebe um ponto, o segundo dois pontos e assim por diante. Vence aquele que conquistar menos pontos na classificação geral e mantiver maior regularidade nas provas.

Na terça-feira (18), os ciclistas realizaram três provas nessa categoria: volta lançada, competição por pontos e competição por eliminação. O Brasil estava representado por Robson Ribeiro. O melhor resultado foi a sexta colocação na competição por eliminação. As últimas três provas ocorrem na quarta-feira.

Ainda no terceiro dia de competições no velódromo pan-americano, o ciclista Flávio Cipriano foi o representante do Brasil na prova de velocidade individual. O atleta conseguiu um ótimo tempo na primeira classificação com a marca de 10s188, um tempo abaixo do antigo recorde pan-americano, que era de 10s304, pertencendo ao canadense Marty Nothstein, sendo estabelecido em Winnipeg (1999). O brasileiro se classificou para as oitavas-de-final, mas foi desclassificado pelo americano David Watkins.

Na mesma prova, mas na categoria feminina, Sumaia Ferreira parou nas quartas-de-final. A ciclista nascida em Bagdá, no Iraque, perdeu duas na melhor de três para a colombiana Juliana Gaviria. A venezulelana Daniela Larreal quebrou o recorde pan-americano com a marca de 10s995.

O Brasil contou ainda com o time feminino terminando a prova de perseguição por equipes na sétima colocação. As mulheres da família Fernandes - Uênia, Clemilda e Janildes - fizeram 3min37s903 e viram o Canadá terminar em primeiro, Cuba em segundo e a Colômbia em terceiro.

Para o técnico da equipe de pista, Antonio Silvestre, os brasileiros demonstraram uma boa evolução nos últimos dias, ganhando confiança e chegando cada vez mais perto da vitória. "Apesar de não conseguirmos classificação para nenhuma final, marcamos ótimos tempos, até superando os últimos recordes Pan-Americanos. Vamos continuar lutando e procurando melhorar ainda mais nos últimos dias de competições", ressaltou.

 

Os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara ocorrem de 13 a 30 de outubro. O Brasil está participando de quatro modalidades no ciclismo: Bicicross, Estrada, Mountain Bike e Pista. Para o ciclismo, ainda restam as competições de Pista entre os dias 17 e 20, BMX dia 21 e para finalizar a prova de Estrada no dia 22.

 

Entenda mais sobre as modalidades disputadas nesta terça-feira:

Velocidade Individual

Os ciclistas competem primeiramente uma prova contra-relógio de 200 metros, para selecionar os 18 melhores tempos, no masculino e as 12 melhores no feminino, estes atletas passam para os confrontos em grupos de dois ou de três, até que restem apenas oito. Eles disputam o título em três voltas na pista.

 

Perseguição por equipes

As equipes são formadas por quatro atletas no masculino e três no feminino, será considerado o tempo do terceiro corredor de cada equipe ao completar percurso, que de 4km para os homens e 3km para as mulheres. Na fase de classificação, as equipes entram sozinhas na pista para as tomadas de tempo. Os confrontos diretos começam nas semifinais.

 

Omnium

As provas de Omnium são competições múltiplas, na qual os ciclistas competem entre si em seis provas diferentes. No geral os atletas terão que ter a capacidade de ser mais regular em todas as seis provas. O fato curioso do Omnium é sua contagem de pontos que acontece de forma inversa, o primeiro atleta recebe um ponto, o segundo dois pontos, etc. Vence no final o ciclista que conquistar menos pontos na classificação geral.


Imagens: Daniel Marenco/Folhapress

Texto: Flávio Perez - Mtb.: 45562/ Andressa Rufino / Wesley Kestrel (CBC)