Thursday, Sep 21st

Last update:11:32:16 PM GMTTT

Headlines:

Voce esta na pagina: Principal CICLISMO - ESTRADA NOTICIAS - ESTRADA A Saga do ciclista Cláudio Clarindo na prova mais dura do Mundo
 

A Saga do ciclista Cláudio Clarindo na prova mais dura do Mundo

Print PDF

A luta do santista Cláudio Clarindo para bater o recorde latino americano da Race Across América (RAAM), uma das provas mais duras do ciclismo mundial, virou um filme. A TV Tribuna registrou todas as pedaladas do ciclista nos mais de 5 mil quilômetros de costa a costa nos Estados Unidos e transformou o material no documentário que será apresentado no próximo dia 08 (quinta-feira), às 20 horas, no Cine Roxy, em Santos.

 

Co-produzido pela 4.2 produtora, o filme de 27 minutos se baseia em imagens registradas pelo repórter cinematográfico da TV Tribuna, Toninho Pinheiro, que integrou da equipe de apoio de Cláudio Clarindo. Em sua terceira participação na prova, em junho passado, atleta santista fez o tempo de 10 dias e 15 horas e manteve o posto de recordista latino americano da competição. Sua marca anterior era de 10 dias e 22 horas.

"Neste documentário, esperamos relatar as dificuldades enfrentadas por mim durante a competição. Pedalei por diversos climas e terrenos, dias e noites sem parar, até por um tornado passei", disse Clarindo, que encerrou a competição na 12ª colocação geral.

O ciclista santista também explica que o documentário faz uma homenagem a João Paulo Diniz, que é um de seus patrocinadores por meio do Grupo Pão de Açucar. Diniz, que também é atleta, começou a disputar a RAAM em 1994, sendo um dos pioneiros na divulgação da competição no Brasil.

"O considero um ícone, pois ele consegue separar muito bem o João atleta e o empresário de sucesso que é. Quando João participou de sua primeira RAAM, fiquei admirado pela grandiosidade da competição e sua dificuldade imensurável, naquele momento fui atraído para superar aquele limite", contou o atleta, patrocinador por Tour do Rio, Grupo Pão de Açúcar, Specialized, Unique 1 Academia, Shimano, 3T Cycling, Fizik,  Oakley e VO2 máx.

Serviço:

Documentário: “Sem Limites Dia e Noite – A história da RAAM  2011”
Data: 08/12/2011, às 20 horas
Local: Cine Roxy - Av. Ana Costa 443 em Santos-SP

Ciclista já completou emblemática prova 3 vezes na categoria solo

Apontada como a prova esportiva mais dura do Mundo, a Race Across America (RAAM), nos Estados Unidos, teve a comemoração de um brasileiro em sua final neste ano. Após pedalar ininterruptamente os 4.900 km de percurso, o santista Cláudio Clarindo (Tour do Rio/ Grupo Pão de Açúcar) baixou em sete horas o seu próprio recorde latino-americano, cruzando a linha de chegada em Annapolis, Maryland, na 12ª posição.

Foram 10 dias e 15 horas fazendo esforço dia e noite por vários tipos de terreno e climas adversos, para consagrá-lo como o único latino-americano a completar a RAAM três vezes na categoria solo (individual). “A organização fez uma prova de tirar o fôlego, passando pelos pontos mais difíceis dos Estados Unidos, como montanhas com 12 mil pés de altitude, com temperatura de menos três graus, literalmente no gelo, além de desertos do Arizona e Utah, com os termômetros marcando 49 graus”, contou o ciclista, que nos últimos anos se dedica às disputas de longa distância. 

“Foi o ano em que a prova largou com mais participantes, com 50 ciclistas, e também que desistiram, somente dois”, acrescentou o atleta, festejando a boa performance. “Consegui me manter num primeiro pelotão, onde estavam todos os melhores ciclistas de longa distância do Mundo, sobretudo os europeus, que vieram muito preparados para a disputa”, complementou o atleta.

Ele largou no dia 15 de junho em Oceanside, Califórnia, e cruzou todo o País, de costa a costa, pedalando por dez dias, para enfrentar vários tipos de relevos, climas e, sobretudo, o cansaço, já que tinha poucas horas para descansar por dia. Uma prova para poucos no Mundo. Muito poucos, pelo desgaste físico e mental.

Esta foi a terceira vez que participou da disputa. Em 2006, completou o trajeto em 11 dias, 18 horas e quatro minutos para ser o primeiro latino americano na categoria solo. Em 2009, terminou em 10 dias e 22 horas.

"Minha equipe de apoio este ano se superou. Utilizou toda a sua experiência e vontade de vencer. Devo muito a eles, fizeram a diferença”, agradeceu Clarindo citando Fábio Goulart, mestre de taekwondo, ouro no Pan de 1991, Japão Carvalho, Leonardo Santos, responsável por deixar a bike sempre em ordem, Alberto Neto, Toninho Pinheiro (cinegrafista da TV Tribuna/Globo) e sua esposa Elisabete Pereira.



Imagens: Divulgação

Fonte: FMA Notícias